–> Por onde andará Bin Laden?

São muitos os assuntos né?!!! Nem fiz o prometido post sobre a Inglaterra e já me surgiu tanta coisa. Primeiro a “morte” do Bin Laden – sempre entre aspas, uma vez que, nesse caso, só acredito vendo -, depois o julgamento da questão da homoafetividade e, por conseguinte, mais uma prova de que o Brasil é um país laico só no papel. Ainda não escrevi o post sobre os Nardoni, que leva ao post da comoção-social-relâmpago… E o principal, meus TRÊS trabalhos, mais minhas TRÊS provas, que ameaçam o estado do meu cérebro e roubam minha dignidade até o final de junho. Também tem meu projeto de pesquisa, mas esse já tá abandonado há um tempo.

Acontece que se eu não passei calada nem ao casamento real, não posso passar ilesa à “morte” d’O cara mais procurado e perseguido dos últimos tempos, aquele que “justificava” (imaginem minhas mãos fazendo o gesto de aspas bem enfaticamente) duas guerras sangrentas, cruéis, brutais e eu diria desumanas se considerasse algum tipo de guerra humano no sentido que se dá ao oposto de desumano; mas para mim, nada mais humano, no sentido de feito pelo homem, do que a guerra! Quem sabe falando um pouco sobre esse assunto eu consiga manter o pouco da dignidade que me resta.

Pra começar, justificarei as aspas. Eu não acho impossível que Bin Laden esteja morto; pelo contrário, acho bem provável, e, a princípio, não conseguia entender claramente a vantagem que os EUA teriam inventando essa mentira. Mas agora já entendo. É o velho lance da popularidade do presidente (que vive em crise com a população, e comigo eternamente), da imagem estadunidense para o mundo e mais algumas outras vantagens que não são necessárias citar. Acontece, que a não divulgação das fotos do corpo causam mal estar e eu acho que não é só em mim. Não ouvi ou li nenhum motivo plausível para isso. Essa história de dizer que não querem fazer das fotos um trofeu não cola, simplesmente porque estão fazendo do próprio fato o maior dos trofeus. Já me disseram que é para que os partidários, seguidores, devotos e afins do morto não usem-nas em cartazes que estimulem represálias, mas a mim também não convence. Simplesmente porque não são necessárias fotos do corpo para que se junte pessoas dispostas a responderem. Sinceramente, ninguém precisa disso para agir. Ainda mais no caso dos islâmicos/muçulmanos (sim, há uma diferença que eu não sei se vou explicar nesse post, visto que ele promete ser bem longo), e daqui nascerá mais um post. Um dia pretendo publicar o que penso sobre a religião muçulmana e o Islão. Creio que muitos discordarão de mim, então deixarei para fazê-lo quando estiver com a argumentação tinindo e com tempo para dialogar.

Mariana mostrando, mais uma vez, toda sua prolixidade… Ok, Let us GO! Quase que eu me esqueço sobre o que de fato se trata o post e acho que a partir daqui será curto, as ideias estão fugindo aos poucos.

É o seguinte, o papinho furado dos EUA sobre o acontecido (ou não) não me parece nem um pouco plausível de crédito. Primeiro ouvi que ele estava armado, depois que usou a mulher de escudo e agora que se sabe que ele não estava armado nem usou a mulher como escudo humano dizem que foi morto por não demonstrar vontade de se render. Ah, fala sério, quem, em sã consciência, demonstraria vontade de se render aos Estados Unidos da América sabendo seu destino final? Parecem achar que somos todos bobos. Fora que qualquer pessoa mais esperta consegue sacar que os caras realizaram a missão, desde seu princípio, com um único, simples e primário objetivo: matar Osama Bin Laden. Ninguém foi lá pensando em prendê-lo e levá-lo a julgamento, até porque o histórico da prática estadunidense não deixa dúvida que eles não pensam duas vezes numa situação dessas (e em outras menos importantes ou complexas também).

Na real, o que mais me incomoda em tudo isso são os meios utilizados para obter informações, a velha conhecida brasileira, Senhora Tortura. Sinceramente, nunca fui muito adepta da filosofia “Os fins justificam os meios.”, e nesse caso, discordo totalmente. Nada, nada mesmo justifica a violação dos Direitos Humanos, nos quais eu acho que ninguém mais acredita… Ou quase ninguém. O fato é que pouquíssimas pessoas estão, de fato, preocupadas em respeitá-los. Não importa quem seja violado, isso não deve ser feito. O pior é que todo o mundo sabe o que acontece lá, todo o mundo sabe como acharam o Bin Laden, todo o mundo sabe que aquele lugar é completamente desprezível e ninguém faz nada! Nem vou falar sobre a ONU e seu respeitável Conselho de Segurança, esses daí merecem uns 300 posts, e asseguro que não é porque são legais.

A existência de um local como Guantánamo em pleno século XXI, do qual muitos se orgulham é completamente inaceitável! Posso dizer que o Obama é uma das minhas maiores decepções (explicarei em um outro post) e um dos motivos é o não cumprimento da promessa feita, pois é, a ingênua aqui acredito na promessa de um político, mas ao fim e ao cabo, ele é só mais um homem envolvido no jogo político de um mundo perdido, o que não o isenta de nada! Eu me sinto mal diante da existência de Guantánamo. E você?

http://www.youtube.com/watch?v=rXJQTGix-gc

Proponho a você que se envolveu com o post ou se interessou pelo assunto ou parou pra pensar na incoerência absurda dos EUA a ouvir a canção Base de Guantánamo, de Caetano Veloso. Confesso que o ideal seria ouvir só a canção, sem nenhuma imagem, muito menos o Caetano né?! (de preferência num ambiente bem escuro), mas eu não sei se tem como eu deixar um link. De qualquer forma, quem quiser pode procurar para baixá-la e fazer o exercício. Se não estiver a fim de perder muito tempo com isso (ou ganhar), acesse o link acima. Divida comigo e com os demais visitantes do blog a sensação que você sentiu ao ouvi-la. Eu me sinto péssima, sufocada, oprimida.

Até mais.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para –> Por onde andará Bin Laden?

  1. Diogo Gomes disse:

    Incrível post !
    E para inquietar um pouco o mesmo…:
    Filho de peixe, peixinho é!
    A guerra nunca será um meio (mesmo assim “Viva CHE”)… E muito pior quando seus fins são apenas zeros sujos de um óleo preto!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s