–> Safatle X Pondé

Como? Como, eu me pergunto? Como pode alguém ainda cair no clichê de duvidar da ampla diversidade de ideias, pensamentos, ideologias, posições políticas, etc. na FFLCH? Como pode alguém duvidar disso quando um mesmo departamento, o de Filosofia, forma Vladimir Safatle e Luiz Felipe Pondé? Realmente não consigo entender… Se há um exemplo bom, atual e na mídia dessa diversidade, esse exemplo é esse par, dicotômico, eu arriscaria dizer.

À parte o que têm em comum – formação em filosofia na USP, colunas na Folha e comentários no Jornal da Cultura –, não é possível seguir por muito mais na comparação. Na realidade, é possível comparar, só não é possível equivaler. Pode me chamar do que quiser você que está lendo o texto, mas sim, é impossível comparar Vladimir Safatle e Luiz Felipe Pondé.

Enquanto o primeiro brinda a mim e a muitas mais pessoas semanalmente com suas colunas ou comentários sensatos e honestos, o segundo destila, também semanalmente, seus preconceitos abissais acompanhados de muito cinismo e ironia da pior espécie.

Enquanto o primeiro discute claramente a Comissão da Verdade e aponta o dedo na cara dos conservadores-afins-dos-militares-criminosos, o segundo diz que as universidades deveriam lutar por cotas para mulheres bonitas.

Enquanto o primeiro trata da questão da cultura como ferramenta de dominação, o segundo diz que o problema dos aeroportos é causado pelos pobres que agora andam de avião.

Enquanto o primeiro defende abertamente o direito ao aborto legal e seguro e da mulher sobre seu próprio corpo, o segundo classifica as mulheres em feias e bonitas.

Enquanto o primeiro lança um livro discutindo a questão da esquerda e incitando à defesa do “inegociável” (“a defesa radical do igualitarismo, da soberania popular e do direito à resistência”), o segundo lança o Guia Politicamente Incorreto da Filosofia, no qual, aliás, há um capítulo que se chama algo como “Mulher gosta é de dinheiro”.

Vai me dizer que isso não prova que pela FFLCH passam os mais diversos tipos de gente?!!!

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , . Guardar link permanente.

4 respostas para –> Safatle X Pondé

  1. Úrsula disse:

    amiga, passam mesmo. nós fflchentas que o diga, né?
    dá uma olhada nisso: http://pt.wikipedia.org/wiki/Luiz_Felipe_Pond%C3%A9
    eu preciso pegar esse guia para ler, mas tem q ser de estomago vazio ou com muito chocolate.
    e acho que é um erro a fflch não ter esses guias, o dele e o do Narloch (chequei no dedalus), porque faz parte SIM termos acesso a esses materiais para poder combatê-los. pelo menos deveria te-los a biblio da educação, pq com certeza tem mto aluno lendo isso.
    ainda vou escrever um texto sobre o Pondé e sobre como é Cool e Indie ser de direita na FFLCH.
    bjo me liga

  2. Pedro Destro disse:

    Não é para confortar (pelo contrário!), mas a FFLCH não está sozinha nesse barco.
    Acho que em quase tudo quanto é canto passam pessoas com opiniões tão diversas. Na FFLCH, no IA, no Congresso, no Colégio Santa Catarina, no Esporte Clube Taubaté, no DCE, no PT, etc.
    Mas tenho a impressão de que o exemplo do “post” é um dos melhores para ilustrar essa dicotomia.

    • Mari Rosell disse:

      Eu sei, amor. Mas acontece que acerca da FFLCH há um esteriótipo (que como todo esteriótipo tem fundamento, mas é preconceituoso) de que todo aluno é comunista e maconheiro… E o Pondé é a prova de que não. Enquanto o Safatle é a prova de que a FFLCH tem salvação. ❤

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s