–> Do luto à luta

Primeiramente, desculpem-me pelo título clichê. Mas, de fato, ele traduz muito bem o assunto desta postagem. Sair do luto e voltar à luta. Luto que, talvez, seja só meu e de mais uns amigos que, juntos, lamentamos a eleição de Eduardo Paes no Rio de Janeiro (e em PRIMEIRO turno). Hoje Dudu sai por aí falando bobagens, como sempre, contente pela reeleição; se fosse ele, não riria tanto. Ao invés disso, me prepararia para enfrentar Freixo. O inferno da vida dele não acabou com as eleições.

O fato é que, decorridos 9 dias das eleições e depois de ler algumas análises e comentários a respeito das eleições municipais no Rio de Janeiro, é renovada a esperança. Digo que o luto talvez seja de poucos, porque a Lapa lotada após a divulgação do resultado não é de luto; é de luta e alegria. Da vitória da esperança e isso quem diz não sou eu, são as imagens e os vídeos.[1]

Os quase 30% de votos de Marcelo Freixo são a prova de que é possível ser e fazer diferente, que nada é impossível de mudar e que cabe a nós exigir e fazer a mudança. Cabe a nós tomarmos as ruas e gritar pelo que queremos. Continuemos a luta, não só por uma oposição organizada no Rio de Janeiro, mas, sobretudo, por uma real alternativa de esquerda, eleitoral e de luta! Vamos todos, porque a primavera só começou.

É disso que eu tô falando.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para –> Do luto à luta

  1. Diogo Gomes. disse:

    É disso que estamos falando!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s